Uma filosofia de treino

Hoje não venho abordar nenhum tema especifico relacionado com treino, hoje vou deixar fluir o que me vai na mente e falar sobre um passado muito recente. Há uns meses atrás a "Petfun" (Coimbra) em parceria com a "Mania dos cães" (Porto) divulgaram a vinda de um treinador espanhol chamado Santi Jaime Vidal Guzman, para dar um seminário sobre agressividade em cães. Pessoalmente conhecia este treinador apenas pelo nome, pois já tinha lido alguns artigos sobre ele mas desconhecia por completo o seu percurso e trabalho prático. A verdade é que, assim que vi os tópicos do seminário, algo me disse que não deveria deixar escapar este evento. Inscrevi-me no seminário e sem conhecer o trabalho deste senhor fiquei com as espectativas muito altas (estranho mas verdade). Alguns dias antes do seminário, numa conversa com a Míriam Bettencourt, esta avisou-me que não deveria ter tais expectativas pois poderia desiludir-me. Anyway, o meu sexto sentido dizia-me que ia ser um grande seminário. 

Dia 25 de Abril, nas fantásticas instalações da Petfun em Coimbra, lá estava eu e mais 40 pessoas interessadas em treino para ouvir o Santi. Bastaram 30 minutos de seminário para eu perceber que este senhor é qualquer coisa de fenomenal. Já participei em dezenas de seminários relacionados com treino mas este diferenciou-se de todos eles, simplesmente porque foi diferente e teve uma carga pedagógica incrível! A maior parte dos seminários são elaborados com uma grande componente teórica através de slides e pouca componente prática. O seminário do Santi foi elaborado sem apresentação de slides (estranho, não é) e com uma enorme componente prática. A teoria foi dada através de um caderno que o Santi tinha na mão, ou seja, sem recurso á tecnologia, no entanto sempre que ele falava as coisas entravam e não voltavam a sair do cérebro. Foi um seminário com muito humor á mistura, parecia que estavamos num convívio de amigos que já se conheciam de longa data, tal era o espírito naquele espaço. A componente prática foi constante, através de videos com casos problemáticos que passaram pelas mãos deste treinador e através de demonstrações ao vivo, trabalhando com cães reativos/agressivos. Nestas demonstrações, em tempo real, foram atingidos resultados impressionantes num curto espaço de tempo (se não tivesse visto, não acreditava)! Para terem uma noção, os resultados nos cães presentes, foram de tal forma surpreendentes, ao ponto de eu ver pessoas emocionadas, em lágrimas ;)

O Santi demonstrou ser uma pessoa com uma humildade exemplar e um treinador com uma experiência "invejável". A maneira como ele observa os cães e a sua capacidade em interpretar os sinais comunicacionais é extraordinária. Já lhe passaram mais de 900 casos problemáticos pelas mãos e isso diz muito de um profissional. Se acham que são treinadores positivos, esqueçam! Este é sem margem de dúvidas o treinador com a filosofia mais positiva que alguma vez conheci. Neste evento tive também a oportunidade de ver a Tana (um dos cães do Santi) a interagir com outros cães. "Wow", este cão é um verdadeiro terapeuta!

Nos últimos anos tenho investido imenso na minha formação e pretendo continuar a fazê-lo. Procuro estar sempre a par das novas técnicas de treino e tornar-me cada vez melhor a nível profissional. Todos os cães que passaram pelas minhas mãos, enriqueceram-me de alguma forma. Tenho cada vez mais certeza que a experiência neste ramo desempenha um papel muito importante. Após o seminário e depois de ouvir o Santi durante aproximadamente 20 horas, cheguei á conclusão que, enquanto treinadores, por vezes pretendemos que o cão se torne num "robot" e esquecemo-nos que são cães. Eu vi o Santi a trabalhar com cães e não o vi a aplicar nenhuma técnica em concreto! Apenas o vi de trela na mão, com um cão agressivo, a seguir uma metodologia de treino muito natural. Vi os cães completamente sintonizados com ele, a colaborarem em todas as suas ações. Após uma das demonstrações este treinador disse "o mérito é do cão, não é meu"! 20 anos de experiência mas a humildade fala mais alto ;)

"A solução para a agressão começa na comunicação", obrigado Santi Jaime Vidal Guzman e até Dezembro!