Open Site Navigation

A escolha do treinador para o seu cão!

Nos últimos anos, muito se tem falado acerca da legislação que exige que algumas raças de cães tenham treino obrigatório e que estes treinos sejam facultados por treinadores certificados! No entanto, existe aqui um grande entrave, visto que, em Portugal, a profissão de treinador de cães, não é oficialmente reconhecida. Sendo assim, a questão polémica é: quem é que possui legalmente competências para treinar estes cães no nosso país? A minha resposta é Ninguém, tendo em conta que não existe uma entidade que certifica treinadores para este efeito.



Por existirem estas lacunas na lei, a obrigatoriedade acima descrita deixa de fazer sentido. Em Portugal intitular-se treinador de cães, é algo que está ao alcance de todos, independentemente do curriculum e do “background” do profissional. Qualquer pessoa, sem o mínimo de estudos e conhecimentos nesta área pode começar a cobrar dinheiro pelos serviços que efetua. A falta de uma entidade reguladora, leva a que não exista um controlo de qualidade nesta profissão.


A sociedade em geral já se apercebeu deste vazio legal e são poucos os que procuram um treinador para ir ao encontro do treino obrigatório por lei. Hoje em dia, os tutores de cães recorrem a um treinador essencialmente por 2 motivos, ou porque querem educar e sociabilizar os cães para evitar problemas comportamentais no futuro, ou porque já existem problemas comportamentais e procuram resolvê-los.


Com a legislação atual, a escolha do treinador fica ao critério do cliente. Tendo em conta que esta escolha vai influenciar e condicionar o futuro do seu cão, é deveras importante que recolha o máximo de informações acerca do profissional em causa. Seguem alguns tópicos que deve ter em consideração na avaliação do treinador:

  • Quais os métodos de treino que usa?

  • Que certificações possui nesta área?

  • O tipo de equipamento que vai ser usado no treino?

  • Procure obter o “feedback” de pessoas que já tenham recorrido ao treinador em questão

  • Procure saber se o treinador está a par das técnicas de treino mais modernas e se mantem uma formação continua

  • Questione o seu veterinário se recomenda algum treinador de confiança

Patrick Rocha - Todos os direitos reservados

  • YouTube
  • Facebook
  • Instagram

+351 936 281 721