Open Site Navigation

Não deixe que a chuva interfira no bem estar do seu cão

O mau tempo invadiu o nosso país e a chuva veio em força. Os cães, são muitas vezes prejudicados com estas mudanças climatéricas, não porque eles se sentem afetados pela chuva mas sim porque os seus tutores se sentem, e isto faz com que exista uma mudança radical na rotina dos cães.



É verdade que existem cães que se sentem muito desconfortáveis quando lhes cai uma pinga no corpo, mas a grande maioria deles, não se importa nada de levar com chuva, existem até casos de cães que entram em delírio total com este tempo. Quero deixar claro que, um cão, não deixa de ser cão, simplesmente porque está a chover lá fora. Quando os adotamos assumimos um compromisso 12 meses por ano e não apenas os 6 meses de Primavera e Verão. Faça chuva ou faça sol, os cães precisam de ser estimulados fisicamente e mentalmente. Propor-lhe estas atividades é uma obrigação da nossa parte, de forma a garantir o seu bem-estar físico e emocional. Se é das pessoas, como eu, que não se importa com a chuva, então vista o impermeável, calce as galochas e vá lá fazer o passeio habitual com os “patudos”. Depois volte para casa, tome um banho, ligue a lareira, sente-se no sofá, tome um chazinho, e sinta-se com o dever cumprido. Caso a chuva o incomode, então deixo aqui algumas sugestões, para estimular o seu cão, proporcionando o desgaste de energias:

- “Dogwalker” ou “Petsitter” De norte a sul do País, existem centenas de pessoas que se disponibilizam para passear o seu cão, mesmo que as condições climatéricas não sejam as melhores. Contrate um “Dogwalker” ou um “Petsitter” e desta forma poderá ficar em casa enquanto o seu cão se diverte e desgasta energias. - ATL ou “Day Care” Existem algumas escolas e espaços que possuem estes serviços. São locais preparados para receber vários cães, e aqui o seu cão poderá correr e brincar com outros da sua espécie, sempre sob a vigilância de um profissional. Alguns destes centros, até possuem Pet Taxi, desta forma não precisará de sair de casa, o “Taxi” vai buscar o seu cão com energias acumulados, e depois volta a trazer o seu cão sem energias acumuladas. - “Nosework” (atividades olfativas)

Espalhe pedaços de comida pela casa e incentive o seu cão a fazer uso do seu sentido mais apurado – o olfato. Esconda pedaços de comida por baixo das cadeiras, da mesa, do móvel, do tapete, por trás do vaso.... e deixe o seu cão vaguear pela casa seguindo o seu nariz. Cada pedaço de comida que ele encontrar, será uma conquista para ele. Depois dele ter encontrado todos os pedaços, vai ver que o seu cão estará exausto e satisfeito. - Jogos de busca Coloque o seu cão na sala e peça-lhe um fica. Mostre-lhe o brinquedo preferido dele e vá escondê-lo algures no quarto, depois volte até ao seu cão e incentive-o a ir procurar o brinquedo. Assim que o cão encontrar o brinquedo incentive-o com elogios e repita o exercício, mas desta vez vá esconder o brinquedo na cozinha. - “Fetch” (atirar um brinquedo e incentivá-lo a trazer) Sente-se no sofá e vá atirando a bola, de forma a que o seu cão a vá buscar e a traga de volta. Não precisa de se cansar para este exercício, pode continuar a ver televisão enquanto desgasta algumas energias do seu cão - “Tug-of-War” (Cabo de guerra)

Tudo o que precisa para esta atividade é uma corda e alguma força. Puxe de um lado e incentive o seu cão a puxar do outro lado. É um jogo de cooperação e as regras são simples, o cão só pode pegar quando disser “pega” e assim que disser “larga”, o cão deve largar. Caso o seu cão ainda não saiba estas regras, ensine-as. Se alguma vez, alguém lhe disse que esta atividade incentiva a agressividade e a “dominância”, esqueça o que lhe disseram e divirta-se com o seu cão. - Estimulação mental

Existem centenas de brinquedos no mercado para esta finalidade. O Kong é provavelmente o mais conceituado, e pessoalmente, é dos que eu mais gosto e aconselho. Prepare um Kong, com comida apetitosa, congele-o por algumas horas e depois dê-o ao seu cão. O seu cão pode passar 1h ou mais a tentar tirar tudo de dentro do Kong. O desgaste de energias, entretido com o Kong será o equivalente a um passeio. - Aperfeiçoe e solidifique os truques que o cão já sabe

Ative o sistema cognitivo do seu cão e peça-lhe os truques e exercícios que ele já sabe. Relembre o seu cão das coisas magníficas que ele já aprendeu - Ensine truques novos

O córtex cerebral do seu cão tem sempre espaço para mais uma aprendizagem. Pegue no clicker e treine um truque novo. Estimule o seu lado racional e tire proveito de todo seu potencial.

Patrick Rocha - Todos os direitos reservados

  • YouTube
  • Facebook
  • Instagram

+351 936 281 721