Open Site Navigation

Precisamos de Parques para cães em Portugal!

O meu último artigo, https://www.patrickrocha.pt/post/passear-o-cão-sem-trela-porquê, teve uma tremenda afluência ao meu site e divulgação nas redes sociais. Com o feedback que me foi dado ao artigo reparei que muitos tutores sentem a necessidade de soltar os cães de forma a que estes possam desgastar as energias em liberdade. Por outro lado, tive testemunhos de pessoas que já tiveram experiências negativas e traumáticas com cães sem trela. Neste sentido, achei interessante juntar as várias opiniões e criar uma solução que seria benéfica e vantajosa a todos os cães e pessoas. Essa solução visa a criação de mais Parques para cães no nosso País.



O primeiro parque para cães surgiu em 1979 nos E.U.A, e o conceito rapidamente se espalhou por vários Países do Mundo. Infelizmente, Portugal sempre esteve muito distante no que toca ao bem estar dos cães e só recentemente se criou o primeiro parque para cães na zona de Lisboa. Foram precisos trinta e tal anos, para os nossos governantes darem alguma importância a este conceito! Sinceramente temos muito a evoluir nesta temática e a prova disso está no facto de termos uma legislação muito dúbia sobre os maus tratos e o treino. Quando temos leis tão ambíguas, a sociedade ignora e age como sempre agiu! Pessoalmente, considero que muita coisa poderia mudar para melhor, com a criação de um Parque para cães, em cada cidade do nosso País. Não vejo entraves na concretização destes espaços. Todos as cidades têm espaços públicos sem grande interesse e aderência! Porquê não pegar num desses espaços, vedá-lo e torná-lo útil e interessante. Os encargos financeiros seriam mínimos e os benefícios seriam enormes. Do meu ponto de vista, seguem as vantagens e as desvantagens associadas à criação de Parques para cães: Vantagens para os humanos

  • Tutores que sentem a necessidade de tirar a trela aos seus cães para os exercitar, teriam nestes parques a solução para o problema

  • Muitos tutores procuram sociabilizar os seus cães da melhor forma possível e isso implica apresentá-los ao maior número de cães e pessoas possível. Este seria o espaço ideal para esse objetivo.

  • Socializar e criar novas amizades. Estes parques poderiam ser um ponto de encontro para os tutores se relacionarem e trocarem experiências sobre os seus cães.

  • Provavelmente, os tutores respeitariam mais a legislação e deixavam de passear os cães sem trela. Neste sentido, para as pessoas que não têm cães, as probabilidades de surgir um cão sem trela na via pública seriam mais reduzidas.

  • Pessoas que têm medo a cães e que procuram ultrapassar essa barreira, poderiam deslocar-se a estes parques, e do lado de fora das vedações poderiam dessensibilizar-se ao próprio ritmo.

  • Treino. Tendo em conta que são espaços vedados, treinadores e tutores em treino, poderiam ficar do lado de fora da vedação e usando a distância e a segurança, fazer treinos de dessensibilização e contracondicionamento.

  • Seria um espaço óptimo para as pessoas observarem, interpretarem e aprenderam mais sobre a linguagem comunicacional dos cães.

  • Benefícios para o comércio local. Muitos turistas procuram locais “Dog-friendly” para passar férias.

Vantagens para os cães

  • Todos os cães acumulam energias e se não tiverem atividade suficiente, essas energias podem dar origem a stress e consequentemente resultar em comportamentos destrutivos, reativos, agressivos... entre outros. Num parque para cães, os cães teriam a possibilidade de se estimularem mentalmente e fisicamente e dessa forma o bem estar físico e emocional dos mesmos estaria equilibrado.

  • Os cães são animais sociais e precisam de contacto e interação com os da sua espécie. Nada melhor que um espaço onde poderiam interagir e conviver com outros cães.

  • Cães que tiveram uma sociabilização insuficiente ou desadequado, são cães com limitações comunicacionais. Nestes parques, através da observação e interação entre cães, estas limitações poderiam ser ultrapassadas e os cães aprenderiam a comunicar de forma mais adequada e eficaz.

Desvantagens

Neste caso, só vejo desvantagens, caso as pessoas não saibam respeitar e não sejam suficientemente responsáveis

  • Cada tutor deveria apanhar os dejetos do seu cão

  • Nenhum tutor deveria levar um cão com comportamentos agressivos para um espaço destes

  • Cadelas em cio também não deveriam frequentar estes espaços pois poderia dar origem a conflitos entre machos

  • Cães com problemas de saúde contagiosa não deveriam frequentar estes parques

  • As pessoas devem estar cientes, de que é um local onde os cães podem andar soltos e como tal, a brincadeira por vezes escala para níveis mais problemáticos.

  • Nenhum tutor deveria deixar o cão livre sem supervisão

  • A vedação deveria ser segura, de modo a que cães de porte pequeno não conseguissem passá-la.

  • O Parque em si deve ser relativamente amplo, de modo a que os cães possam explorar e fugir de uma interação, caso esta se esteja a tornar demasiado intensa para o mesmo.

Patrick Rocha - Todos os direitos reservados

  • YouTube
  • Facebook
  • Instagram

+351 936 281 721